RFID - Potencialidades e Desafios

RFID - Potencialidades e Desafios

Tal como existem vários tipos de identificação automática de objectos, como é o caso dos código de barras, identificação biométrica, identificação por voz e sistemas de reconhecimento óptico de caracteres (OCR), o RFID (Radio Frequency Identification) permite uma identificação automática dos objectos físicos à distancia através de ondas rádio. A tecnologia RFID já completou 60 anos de existência. Foi igualmente utilizada, no decorrer da II Guerra Mundial, uma tecnologia semelhante que permitia identificar se os aviões pertenciam, ou não, às forças Aliadas – denominada por IFF (Identification Friend or Foe).

 

Como Funciona?

Etiquetas (chip & antena) 

Uma etiqueta “acorda”  quando atravessa a área de um leitor e transmite o o número de identificação do artigo

 

Leitor RFID

O leitor interpreta as frequências de rádio e transforma-as em informação digital que é enviada para o servidor

 

Servidor

O servidor identifica o artigo e a sua informação é utilizada conforme a aplicação 

A tecnologia RFID proporciona-nos a capacidade de identificar e localizar cada palete, caixa ou item que esteja equipado com uma etiqueta sem ter de o visualizar fisicamente

Resultado: oportunidade de ter o produto certo no local certo na altura certo devido à perfeita integração de dados

Benefício: Informação em tempo real ao nível da palete, caixa e item  

 

Equipamentos

  • Tags – pequenos elementos que podem conter a mais diversa informação, que é lida através de leitores RFID. Tipos de tags:  Passivas - não necessitam de qualquer tipo de alimentação; Activas - possuem uma bateria e um circuito rádio que lhes permite transmitir continuamente o próprio sinal para o reader; Semi- Activas – possuem bateria mas não emitem de forma continua, necessitam receber um sinal de uma antena para iniciar a comunicação. 
    tags RFID
  • Reader - equipamento que permite não só extrair informação das tags, mas também escrevê-la. Existem vários tipos de reader, distinguidos por várias características que vão desde a(s) sua(s) frequência(s) de trabalho até ao seu carácter de mobilidade, passando pelas interfaces de comunicação ou pelo seu firmware.RFID readers
  • Antenas - – equipamentos que permitem fazer a interligação entre o reader e as tags, possibilitando, assim, a comunicação entre ambos 

 

As Diferentes Frequências

As Diferentes Frequências

 

Influência dos materiais na propagação das ondas

Influência dos materiais na propagação das ondas

 

Algumas aplicações

  • Rastreabilidades de produtos
  • Localização/Manutenção de equipamentos
  • Controlo de tempos de Corridas
  • Gestão de Bibliotecas
  • Logística e distribuição
  • Acessos

 

Produtos com RFID

  • O access.track é uma plataforma escalável de controle de acessos que recorre às mais avançadas tecnologias de identificação. Permite tratar todo o tipo de eventos associados ao controle de acessos, como a identificação de pessoas, bagagem, gestão de alarmes e integra a vídeo vigilância. É uma solução flexível que pode ser customizada para responder às necessidade de cada cliente (mais informação).
  • O library.track permite automatizar as principais tarefas de gestão de bibliotecas. Após a etiquetagem/codificação dos vários itens (e coleções), o inventário, o check-in/check-out e o controlo de furtos (nas portas de entrada/saída) são feitos de forma automática utilizando as potencialidades da tecnologia RFID. (mais informação).
Deixe seu comentário.
Arquivo